Páginas

03 outubro 2014

Eu queria tanto


Queria muito que todo o meu querer fosse concedido. Que os maiores anseios se tornassem reais no mesmo momento. Queria tudo pra ontem, melhor ainda, pra anteontem pra não ter que suplicar realizações.

Ai doce tormento. Se meu querer virasse realidade o coração não bateria tão rápido, as pernas não tremeriam tanto, o suor ficaria escasso e o riso nervoso estaria definitivamente morto.

Querer e ter sempre deveriam andar juntos um ao lado do outro, pois assim que um surgisse o outro já estava pronto pra finalizar a conjugação do verbo. Só de pensar nisso fica uma serenidade na mente e tudo volta a ficar calmo.

Não, calma, já quero outra coisa e quero agora! Vida, por favor, quebra mais uma e que esse querer se concretize de uma maneira bem caprichada, tá!? Mas da última vez demorou muitos meses, desta vez pode ser em um segundo?   

Amanhã comprarei um novo relógio porque o meu está demorando muito para passar o tempo. Deve ter quebrado naquele dia em que o joguei no chão em razão da ausência de ajuda em me fazer esquecer aquele cara logo ou quando tentei, inutilmente, sufoca-lo com o travesseiro pois estava com fome e a comida que pedi não chegou no momento que queria.

Esse meu querer... é como uma bomba relógio. Vem bem devagar, mas quando resolve explodir faz o maior estrago! Estúpido foi quem criou a palavra amanhã, já que amanhã eu quero outra coisa, não a mesma. No amanhã o que foi solicitado ontem já aconteceu. 

Então vamos combinar o seguinte: quero ser, a partir de hoje, muito paciente para querer menos e esperar mais. Mas tem que ser hoje!!! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal