Páginas

01 outubro 2014

Tentando lembrar



E hoje acordei tentando lembrar como é a sua voz. Caramba, tive que puxar muitas lembranças até ela voltar a soar com nitidez na minha mente e isso doeu demais!

É tão estranho quando alguém deixa de ser concreto e passa a ser uma lembrança que se apaga com o passar dos dias.

Eu queria tanto começar a te esquecer, acalmar o coração e seguir o meu caminho, mas ao perceber que estava realmente te esquecendo tive uma vontade sufocante de pegar todas as lembranças e guarda-las bem perto do coração. Quis pegar o seu eu imaginário e trazer de volta, pra manter toda aquela sensação gostosa que tive quando você estava por perto.

Porém a verdade é que eu não quero te esquecer e nem deixar que tudo vá embora. Não agora. Queria viver tudo só mais uma vez. Mais um encontro, mais um beijo, mais um abraço, mais uma risada...

Só mais uma vez pra poder guardar tudo certinho na minha memória. Sabendo que seria nosso último encontro eu iria aproveitá-lo de todas as maneiras, sem medo, apenas guardando no coração cada palavra, cada olhar e com certeza encontraria uma maneira de gravar de uma vez por todas a sua voz para que ela não fosse esquecida.


Se você soubesse como dói essa ausência. Nem seu cheiro eu sinto mais. Sei que todo mundo precisa seguir seu caminho, que há pessoas que aparecem em nossas vidas apenas por tempo determinado e muito bem cronometrado, sem espaço para reviver as histórias e já com um chute nas costas da vida para continuar andando.

Mas mesmo sabendo de tudo isso me envolvi, idealizei e me apaixonei! Você, sem saber, fez meu coração acelerar, me acordou para vida, para todas as possibilidades que existem, trouxe toda a simplicidade e leveza de ter alguém por perto.

Agradeço tanto, mas queria poder compartilhar contigo todas as novidades, as vitórias e derrotas, só que acabou.

Acabaram as conversas até a madrugada, as mensagens de bom dia, as reclamações da rotina, a ansiedade de nos encontrarmos depois do trabalho, a riqueza de acordar ao seu lado e os abraços saudosos. 

Eu poderia terminar o texto com alguma conclusão motivacional de que tudo ficará bem e que quando menos esperar nada mais doerá, mas ainda estou tentando lembrar com exatidão de como é a sua voz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2013 | Design e Código: Amanda Salinas | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal